Você é Mais Forte Que a Dor

Você é Mais Forte Que a Dor

Mariliz Vargas

ONDE ESTÁ A VERDADEIRA CURA?

Ninguém quer encarar as suas dores? Então vão continuar comprando remédio na farmácia, enriquecendo as industrias farmacêuticas e ignorando para sempre todo potencial de cura que existe em seu interior.

Aprender a seguir o caminho que as suas dores sinalizam é o remédio que você precisa para curar o seu corpo e a sua alma. Quanto mais você anestesiar suas dores, mais fraco vai ficar e mais remédios vai precisar para continuar nesta sua sobrevida.

Passos em direção a transformar a suas dores e os nãos que a vida lhe apresenta, em pedras preciosas:

Para transformar o carvão em diamante a natureza utiliza a pressão, o calor e o tempo. Para transformar um ser humano naquilo que ele é em essência, a vida usa os mesmos elementos. A pressão, a vida nos fornece na forma do não e da dor. Podemos tão somente atuar no calor, não deixar que toda esta pressão se perca e destrua o material precioso de que somos feitos. Pois sem calor, a pressão é destruidora, seriamos como um  pedaço de carvão e vamos nos dissolver com a mínima pressão. Por isso vamos aplicar o calor, a toda pressão que a vida nos apresentar. Este calor também pode ser chamado de força do amor.

Amor é a maior força do universo, é como um grande feixe de luz branca, que quando passa por um prisma, se divide em varias cores. Vamos investigar cada uma destas cores, pois cada uma delas é necessária para um momento deste processo de transformação humana. Passando a luz branca pelo prisma vemos a seguinte variação de cores:

Atenção

Aceitação

Coragem

Humildade

Compaixão

Entrega.

São estes os seus instrumentos básicos que a natureza lhe deu para fazer frente aos desafios deste mundo.

Para conseguirmos a transformação estas forças precisaram ser aplicadas a toda pressão que a vida nos impuser.

TRANSFORMANDO O NÃO EM FORÇA.

Os sete passos fundamentais.

Primeiro: O não é frustrante, é desagradável. Ele provoca revolta, e tristeza. Viva este sentimento, ele faz parte do processo. Aceite o sentimento, por mais que ainda você não aceite o não. Aqui o prisma é a aceitação.

Segundo: Olhe para o não, converse com ele, veja o que ele lhe fala. A situação vai falar com você, não se preocupe, ela tem coisas preciosas a lhe dizer, informações que só este não poderia lhe dar. Para isto você vai precisar de um componente fundamental da energia do amor, chama-se atenção. Volte a sua atenção para esta questão que está na sua frente é só isso.

Terceiro: é preciso que voce resista a tentação fugir, não saia correndo em busca de um sim para amenizar a dor deste não. Olhe para ele. Este é seu primeiro exercício de força, e vai lhe exigir o prisma da coragem.

Quarto: Reconheça a sua parte. Veja no que você errou, e veja o que se abre para voce a partir desta constatação. Para isto voce vai precisar de outra faceta deste amor que voce tem em seu interior. Vai precisar da humildade.

Quinto: Perdoe-se. Este é o passo seguinte. Não há como continuar se o perdão,o reconhecimento da sua humanidade não estiver presente. Perdoar-se é o que voce precisa fazer agora.

Sexto: reconheça o seu movimento, acolha a sua humanidade, veja o quanto voce caminhou, perceba que o seu trajeto é de aprendizado. Para isto é preciso que voce exercite a compaixão para com voce mesmo.

Sétimo:Continue. Sim, continue caminhando, propondo outras soluções para o problema, continue tentando, para isto você vai precisar de um importante matiz da luz do amor, e chama-se fé. Acreditar em voce, na vida e em Deus é fundamental para voce seguir adiante, e praticar a entrega, que é o que vai permitir transformar este não em pura luz.

Concluindo, o não lhe possibilita o exercício das virtudes da alma, que é tudo o que você precisa para se tornar um ser humano melhor, mais evoluído e saudável. É tudo o que você precisa para se tornar quem você nasceu para ser, esta criatura divina, esta alma sagrada, que hoje habita um corpo humano num espaço-tempo chamado planeta Terra.

Você é mais forte que a dor.

Artigos Relacionados