Viver Feliz

Viver Feliz
sOU
O avesso Travesso
De tudo Que
Me
Disseram
Para
Ser…
Sorrindo pulo
Picho o
Muro.
Terapeuta e Consteladora Odegine Graça - Especialista em Autoestima, Relacionamentos e Relacionamentos Amorosos
Terapeuta e Consteladora Odegine Graça
Antigamente as pessoas que viam anjos eram chamadas de santos, hoje são trancadas em manicômios, dopadas e suas almas encarceradas para sempre.
Nietzsche estava errado ao gritar aos 4 ventos que Deus está morto. Deus está muito vivo e sua respiração está tomando conta do mundo, mais do que nunca, e essas pessoas são a prova viva de sua presença. Por isso não podem ser vistas, nem ouvidas, pois se forem, vão lembrar o coração de todos da presença inabalável do espírito divino aqui na Terra.
Sem dogmas nem ritos, sem nenhum sacrifício, somente o vento de Deus soprando em todos nós.
Deus fala conosco através de sinais. Todo dia, o tempo todo. Só precisamos saber ler.
Havia um homem que recebeu um livro com todos os segredos da vida de um anjo. Ao tê-lo em suas mãos, ficou a olhá-lo, e o anjo disse – Abre-o – e o homem respondeu – Não posso, está trancado, não tenho a chave – e o anjo estendeu ao homem a chave do livro.
E o homem, abriu o livro.
E continuou a olhá-lo somente.
E o anjo disse – Lê – e o homem respondeu – Não sei ler – e o anjo tocou os olhos do homem e seus olhos decifraram as palavras ali escritas.
E então o homem olhou os olhos do anjo e disse – Essas palavras não me fazem sentido.
Quantos de nós recebe todos os dias respostas de nossas preces e não sabemos entender. Pois, simplesmente, não é aquilo que imaginávamos, não é aquilo que desejávamos, e sem entender que a amplitude de visão de Deus é bem maior que a nossa, teimamos em ter aquilo e somente aquilo que achamos ser o melhor para nós. E quando foge dos nossos planos, ficamos cegos e nada faz sentido para nós.

Viver Feliz

Olhar o mundo com os olhos de primeira vez, com os olhos de um recém nascido, confiando no mundo e na vida. Confiar e entregar-se nos braços da vida, com amor.
Eis o segredo da felicidade: Aceitar os presentes que a vida nos oferece, nesse momento presente onde estamos e vivemos, únicos e completos.
Perfeitos.
Assim como a vida é.

Artigos Relacionados