Viver a Vida

Viver a Vida
Terapeuta e Consteladora Odegine Graça

“Estava pensando sobre minha vida. Pensava como ela devia ser. Pensava como deveria vivê-la de maneira satisfatória. Pensei em como alcançar meus objetivos. Pensei em como ser uma pessoa melhor. Pensei em como não cometer erros. Pensei e planejei como ser uma pessoa perfeita. E por fim me decidi: eu ia sair e viver plenamente a minha vida.

Quando me levantei decidido a viver, senti meu corpo cansado e quase não conseguia me levantar. Olhei a minha volta e meu quarto parecia muito velho. Fui até o espelho da minha cômoda, percebi o quanto estava enferrujado e por entre as ferrugens observei uma face, vi um corpo velho encarquilhado, cansado. Demorei muito para reconhecer que aquele ali, naquele espelho, era eu. Eu era agora um velho. Pensei tanto sobre a vida, planejei tanto sobre a minha vida, tentei tanto não agir para não errar, que minha vida passou. Agora eu era um velho. Onde estava a minha vida?”

 

Parece somente um poema, mas esse é o retrato das pessoas que passam a vida toda com medo de viver, presos em pensamentos destruidores, procurando proteger-se do mundo e das pessoas, com medo deste relacionar, medo de errar, medo de ser aquilo que são ou de se tornarem alguma coisa diferente daquilo que pensam ser.

Essas pessoas vivem pensando sobre a vida e não arriscam nada, fazem sempre o mesmo caminho e não mudam nem o que comem no café-da-manhã ou no almoço. São pessoas muito tristes. Fecham-se em seus mundinhos seguros e algum dia acordam e descobrem que a vida passou e elas estão exatamente onde sempre estiveram.

Pessoas assim esperam um relacionamento perfeito, pois tem medo dos relacionamentos reais, assim nunca se relacionam, nunca se entregam de fato a ninguém, a nada. Escondem-se da vida. Vivem muitas vezes uma vida inteira em um casamento sem amor, pois não acreditam que possam ser feliz sozinhos, preferem a segurança à felicidade. E vão se matando, dia a dia. A infelicidade é seu veneno diário e quando acordam já é tarde demais.

A vida é um mistério. É uma viagem, ela não é um destino. Todos os dias, quando acordamos temos a chance de mudar nossa vida, nosso rumo, nosso destino. Respirar esse dia já é sua chance de mudar, de viver plenamente, de acordar e curtir a estrada da vida.

Estar onde você está é maravilhoso pois daí tudo pode iniciar a ser diferente. Não somente em um sonho enevoado, mas aqui e agora em uma realidade significativa que engloba você no todo.

Todos os seus mundos são importantes. O seu imaginário é importante, o seu espírito é importante, a matéria, o seu mundo real é importante, e por mais difícil que isso possa parecer, você pode viver todos esses mundos de maneira integrada e perfeita, como a vida deve ser.

Experimente. A vida pode ser maravilhosa.

 

Artigos Relacionados