Teimosamente Florindo

Teimosamente Florindo
Psicóloga Odegine Graça - Especialista em Autoestima, Relacionamentos e Relacionamentos Amorosos
Psicóloga Odegine Graça

Apesar do inverno, existem pessoas que apesar de todo o sofrimento que a vida lhe impôs, teimam em continuar meigas, amáveis, esperançosas e lindas.
Cada vez que olho pela minha janela vejo essa linda árvore florida, florindo flores novas, apesar desde inverno rigoroso de Curitiba.

Alguns de meus pacientes são assim, mais fortes que o inverno em suas vidas, mais fortes que as hordas do mal e que os demônios.

Alguns de meus amigos também tem este requisito nobre de ser maior que os sofrimentos.

O que percebi nessas pessoas é uma fé inabalável na vida, na natureza e no super/sobre  natural que eles mesmos são. São pessoas que tem uma criança divina muito viva dentro de si e uma capacidade de ressignificação fantástica. Para cada coisa ruim que lhes acontece elas tem dentro de si uma história boa e significativa para contar. Nelas, elas encontram forças e esperanças para continuar caminhando e tornando-se diamantes lapidados.

teimosamente florindo

Diferente das vítimas tristes, raivosas e indefesas que cobrem sua vida, culpam os outros pelos seus sofrimentos de ser, tornam-se justiceiras implacáveis, ou melhor dizendo, perseguidoras implacáveis, estas pessoas brilhantes no verdadeiro e total sentido da palavra, se responsabilizam pelos seus atos, aprendem com suas experiências e brilham intensamente fazendo a diferença na vida. Eis a diferença real dos vencedores e dos perdedores: saber que podemos vencer somente a nós mesmos e perder somente para nós mesmos.

Quando avinagramos o vinho do nosso coração, perdemos o melhor de nossa essência e nos tornamos vampiros de nós mesmos, dos outros e da fé na vida. Sem podermos mais viver na luz, nos afastamos do sol e vagamos eternamente por noites escuras, sem nunca envelhecer, ou seja, mudar, repetimos decretos de julgamentos, procurando culpados, nos perdendo cada vez mais de nós mesmos.

Todos temos desafios, alguns maiores que os outros, e podemos optar em gritarmos com a vida como crianças raivosas ou avançar, olhando além da raiva, da culpa e do medo, optando por sempre superar, preencher os pulmões de puro ar de esperança, erguer a cabeça amorosamente e caminhar com passos firmes rumo ao horizonte indefinido, vendo o sol adiante.

A única verdade é a luz.

Abra os olhos.

Artigos Relacionados