Sinto Medo da Vida

Sinto Medo da Vida
Terapeuta e Consteladora Odegine Graça

A neurose é o medo da vida.

Nos dias de hoje estamos constantemente correndo, tentando recuperar o tempo perdido e nos perdendo cada vez mais nos tempos que estamos. Quase o tempo todo nos sentimos solitários e com medo.

O medo é a luta entre o ser e o não ser, entre ser aquilo que sou verdadeiramente ou ser aquilo que querem que eu seja. Na linguagem da bioenergética, é a luta entre o verdadeiro Self, ou seja, aquilo que se é de fato, e o falso Self, aquilo que o mundo exige que eu seja.

Para sermos aceitos, para sermos amados, é exigido que sejamos o reflexo do desejo de nossa família e da sociedade. É exigido que tenhamos milhões em dinheiro e muito poder, ai então ganhamos o direito de sermos ouvidos e visto, ganhamos o direito de existir. Esses espelhos quebrados, fraturados, tem levado as pessoas de nosso mundo em franca loucura e leia-se aqui loucura como perda de si mesmo.

Somos neuróticos conflitantes ,como bem descreveu Lowen na página doze da sua obra “O Medo da Vida”: “O neurótico está em conflito consigo mesmo.Parte do seu Self está tentando sobrepujar outra parte. Seu ego está tentando dominar seu corpo. Sua mente racional, controlar seu sentimento. Sua vontade, superar medos e ansiedades.”

Assim caminhamos, cegos e angustiados a procura do alívio mágico, violando nossa criança e nossas crianças em uma antítese entre o ego e o corpo, a favor da cultura. Assim, morremos todo dia, sufocados em uma máscara, vivendo um papel que nos traz recompensas.

Onde estamos nós de verdade? Onde está a verdade de nós mesmos? Para nos vermos face a face temos que nos conectar novamente ao próprio corpo, enfrentar a angústia da castração e mudar nosso coração.

Vencer o medo para viver plenamente. Todos podemos desenvolver essa atitude heróica diante da vida, abrindo o coração, encarando a morte e suspirando a vida.

 

Artigos Relacionados