Percepção – Minha Experiência

Percepção – Minha Experiência
Psicóloga Odegine Graça - Especialista em Autoestima, Relacionamentos e Relacionamentos Amorosos
Psicóloga Odegine Graça

“Quando renuncio a resistência,

Penetramos na experiência

Direta da distração,

E a sua capacidade de nos distrair,

O mal-estar que causa se dissolvem

Na clara visão que temos dessa experiência.”

Stephen Levine – A Gradual Awakening


A nossa vida é colorida ou preto e branco, conforme percebemos o mundo.

Perceber é olhar com todos os sentidos, é cheira, ouvir, sentir, é ver mais do que somente com os olhos. É exatamente o oposto do ditado “O que os olhos não veem o coração  não sente”. Os nossos sentidos tem via de mão dupla. O que eu vejo externamente é delimitado pela forma como me sinto internamente, e vice-versa.

Então, quando eu não estou bem, uma bela paisagem vai parecer meio nublada e sem sentido, mas mesmo assim o sol entrará com sua luz, iluminando um pouquinho a escuridão do meu interno. “O que os olhos não veem o coração não sente”… pois aqui eu digo que são muitas as coisas que o coração enxerga bem antes que os olhos. Sabe aquela mãe que sentiu uma falta de ar, um aperto no peito, no coração, e logo pensou que havia acontecido algo de ruim ao filho, e logo depois recebe a confirmação do seu sentimento?  Pois é.

Nós sabemos muito e de muitas formas através de nossa percepção sensível, que está muito ligada ao nosso imaginário. Quanto maior nossa capacidade de imaginação, ou seja, de criar imagens e construir ações, criar histórias para dar sentido e significado as nossas emoções, mais desenvolvida será nossa percepção sensível.

Estamos ligados a todas as coisas no universo e todas as coisas no universo estão ligadas a nós. Limitamos a realidade para poder aprendê-la, classificá-la, para pode entender e conceituar os fatos, as coisas, para nos sentirmos mais seguros no mundo em que vivemos. Estarmos ligados a vida exige de nós a humildade de sabermos que ela é bem maior que eu, porém, ela me dá um lugar de pertencimento.

E quando sabemos disso estamos prontos para exercitar não somente nossa percepção ordinária, mas também nossa percepção sensível que traz verdadeira e inteiramente a nossa experiência do mundo por completo.

Essa percepção nos leva ao extraordinário que existe em todos nós.

Você é bem mais que seus olhos.

E seu olhar é bem maior que você.

Pense nisso.

Um forte abraço.

Artigos Relacionados