O Valor da Mulher

O Valor da Mulher
Psicóloga Odegine Graça - Especialista em Autoestima, Relacionamentos e Relacionamentos Amorosos
Psicóloga Odegine Graça

“Nós não nascemos mulher, tornamo-nos mulher.”

Simone de Beauvoir


Converso com muitas mulheres todos os dias em meu consultório e também por e-mail respondendo perguntas. Nessas conversas percebo claramente algumas coisas. A maioria é muito competente, trabalha muito, cuida de suas famílias e da família dos outros, ajudando amigas e amigos com problemas. São verdadeiras heroínas que sentem que não merecem nada para si mesma.

Percebo também uma grande confusão quanto ao que é ser mulher hoje em dia. Mesmo mulheres jovens, não entendem muito bem como ser mulher hoje.

Marianne Williamson em seu livro “O Valor da Mulher” chama a atenção para essa confusão:

“Hoje em dia as mulheres estão confusas. Muitas delas gostariam de ter tudo aquilo que pudessem alcançar, mas são impedidas pela falta de amor-próprio. Outras, no entanto, não se lançam mais agressivamente em busca do que é seu por direito, porque tem medo de perder o respeito dos outros, ao demonstrar sua ambição.”

Mariane Willianson propõe em seu livro que as mulheres antes de conquistar o mundo embarquem em uma outra e mais difícil viagem: O conhecimento de sua vida interior.

Essa é uma verdade inquestionável. Para que nós mulheres possamos assumir a nossa força amorosa e criativa precisamos nos livrar da culpa de Eva (independente da nossa religião), que nos aprisiona em labirintos escuros e nos deixa sem encontrar saída a não ser o sofrimento que nos purifica de todos os pecados dos desejos proibidos que temos, seja esse desejo somente o de ir ao cabeleireiro uma vez por semana, sem nossos filhos, deixando nossos maridos em casa, mesmo sem lavar a louça.

Vivemos de migalhas, com um medo terrível de ficarmos sós, pois aprendemos a viver tão intensamente para os outros que nem imaginamos mais como é viver somente para nós mesmas, mesmo estando em contato com todo esse universo maravilhoso.

Ser mulher, ser mãe, ser esposa, ser amante, tudo para nós vem apimentado de um extremo sacrifício.

Quando nos daremos o direito a um dia de sol sem compromisso? Livremente sorrindo e sentindo merecimento por respirar?

Recuperar o valor da mulher que existe em cada uma de nós não depende de mais ninguém a não ser de nós mesmas. Se olhar no espelho e dizer “eu te amo mulher maravilhosa, você merece tudo de melhor nesse mundo”, é sem duvida o primeiro passo de uma revolução interna e individual que ecoará por todo esse mundo de deuses e deusas.

Atenda ao chamado de seu coração e liberte-se.

Você merece ser feliz.

Um forte abraço.

Boa semana.

Artigos Relacionados