O Pensamento Ericksoniano

O Pensamento Ericksoniano

Gastão Ribeiro

Psicanalista e Hipnoterapeuta

Colaboradores
Colaboradores

 

 

 

 

          Milton H. Erickson, introduziu hipnose naturalista (focada na natureza do problema), contando estórias, aplicando técnicas de hipnose e levando o paciente a se libertar dos conflitos emocionais, focando basicamente em solução e utilização.Ele fundamenta o uso da hipnose “de uma forma sob medida”.  O método se baseia em uma linguagem simples e de fácil acesso ao cliente, onde “utiliza” as informações e recursos do cliente para induzir um transe formal e facilitar os processos de mudança.

            A idéia de uma psicoterapia focada na solução de problemas vem de encontro a uma idéia atual de Reeducação Emocional. Todo conflito (problema) é uma tentativa natural da busca de cura. Se seguirmos o que o problema procura e dermos um caminho melhor, mais seguro e sem conflitos, com certeza chegaremos a uma solução.        

            A psicoterapia Ericksoniana é regida por alguns princípios básicos, são eles: Utilização – se prima pela utilização dos conteúdos do cliente; Tratamento Sob Medida – o tratamento é sempre individualizado; 3Ms e 2Rs – motivar, metaforizar, mover, responsividade e recursos; Reorientação – orientar para o rumo certo; Comunicação – comunicação com precisão; Tratamento experiêncial – usando o drama e permitir ao cliente que a terapia seja experiênciada; Expectativas positivas; Recursos e Eliciação – falar ao cliente sobre soluções; Trabalhar sem a Teoria; Embrulhar para Presente – Diamante de Erickson; Responsividade – devemos sempre buscar a responsividade;  Orientação de Objetivos –fazer a hipnose sempre com uma orientação em mente; Redefinição do problema – colocar o sintoma de uma forma diferente.

            A Hipnose Naturalista é mais que induzir um processo formal de transe natural, é uma modalidade única e especial de fazer terapia sob medida. Milton Erickson individualizou a psicoterapia, isto é, a terapia é feita para cada cliente. Portanto, o tratamento é sempre individualizado, isto é, feito sob medida, pois ninguém é igual ao outro. Milton Erickson introduziu os conhecimentos das diferenças no funcionamento dos dois hemisférios cerebrais para promover mecanismos de dissociação e de mudanças. Utilizava os conceitos de lateralidade dos hemisférios cerebrais.

            Erickson usava essa dicotomia da função mental cerebral como um padrão para induções formais ao transe que eram encontradas nas suas induções naturalistas, metafóricas e ficavam mais claras quando fazia uso da lingüística pura.

         Visava estimular a polaridade do pensamento através da dissociação consciente e inconsciente com exercícios verbais simples, facilitando a distinção experimental entre operações identificáveis do funcionamento consciente e inconsciente.

         Erickson usava a dissociação das duas mentes através de estórias e sugestões levando os clientes a largarem padrões habituais do hemisfério esquerdo e conseguirem saídas adaptativas. Ele percebeu que esse movimento dissociativo potencializava aprendizagens e saídas adaptativas.           

Fonte: Apostila de curso – A Hipnoterapia com Crianças – Gastão Ribeiro

Artigos Relacionados