Mulher Senhora do Seu Destino

Mulher Senhora do Seu Destino
O feminino desde sempre está ligado à vida, ao cuidar, a maternidade. As mulheres seres sensíveis, sensoriais e emocionais, expressam com todo o seu ser o cuidar.
É certo que muitos desses aspectos são condições advindas do sistema patriarcal do qual todas somos frutos. Nesse sistema as mulheres nascem com o destino traçado. Há cem anos, as jovens eram educadas para corresponderem aos respectivos papeis de esposas zelosas, boas donas de casa e mães dedicadas em tempo integral. Até hoje isto ainda esta profundamente arraigado em nosso ser. Se a mulher não casar, ela não é completa, tem algo de muito errado com ela.
Desde muito cedo as mulheres aprendem resignação, obediência, abrir mão de seus desejos e prazeres em prol de outros. As mulheres estão há séculos assentadas no banco de trás do passageiro do veiculo que as conduz na vida. Mas, nem todas as mulheres aceitam esse papel. Muitas protestaram, e conseguiram através de muita luta abrir algumas janelas no forte. Essas mulheres corajosas, pioneiras, ativas e fortes romperam com o sistema preestabelecido, considerado inquestionável e decidiram assumir a autoria de sua própria história. Essas mulheres nos ensinam que podemos desempenhar o papel principal de intérpretes de nossa subjetividade humana. Através de seus atos, elas nos falam de nossa força potencial, trazem a mensagem de que podemos romper com as amarras do convencional e mesmo assim continuarmos a ser mulheres femininas.
As mulheres durante muitos séculos foram subjugadas e vitimizadas pela sociedade que as mantinha reféns das necessidades e desejos masculinos, ela não existia enquanto pessoa pensante e se individual. Com o advento da revolução feminista e tecnológica as mulheres tiveram acesso à educação superior e o conhecimento fez com que muitas mulheres despertassem para o questionamento de valores impostos e qual era o seu lugar no mundo, na história.
Hoje, muita coisa já mudou, porém a alma da mulher ainda esta cativa, encarcerada em mitos e valores inconscientes que se movem e que nos movem sem que percebamos. Muitas ainda submersas na escuridão de um emocional confuso buscam serem salvas e conduzidas por um braço forte, por alguém que se responsabilize por elas. Simone de Beauvoir disse: A liberdade assusta. Nós mulheres ainda estamos aterrorizadas com toda essa liberdade que se nos apresenta, pois ela traz consigo uma enorme responsabilidade, a de dirigirmos nossa vida. Já se faz momento de buscarmos nosso próprio caminho, nossos significados, de sabermos da nossa trajetória, de nossos valores, do nosso papel enquanto mulheres e cidadãs responsáveis por nós e por todo um desenvolvimento social. É hora de sairmos da ignorância e aceitação passiva e entrarmos no questionamento e ação responsável ativamente por nossos direitos e dos nossos semelhantes.
O conhecimento aliado a reflexão e a ação retiram-nos da posição de vitimas e, conseqüentemente, passamos a assumir a responsabilidade pelos acontecimentos de nossa vida.
Estamos assistindo ao surgimento de uma nova sociedade, com a qual a mulher interage de forma mais confiante e segura, onde a cada dia esta mulher se torna mais consciente de seu potencial, essa sociedade ainda é menina frágil e precisa de cuidados especiais para que cresça com saúde e se torne uma mulher adulta forte. Depende de todas nós mulheres ativas a responsabilidade por esse desenvolvimento. Então: vamos à luta.

Artigos Relacionados