Medo

Medo
Psicóloga Odegine Graça - Especialista em Autoestima, Relacionamentos e Relacionamentos Amorosos
Psicóloga Odegine Graça

“Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado, com medo do gato.

Um mágico teve pena dele e transformou-o em um gato.

Mas ai ele ficou com medo do cão, por isso o mágico o transformou em um cão.

Então, ele começou a temer a pantera, e o mágico o transformou em pantera.

Foi quando ele se encheu de medo do caçador.

A essa altura, o mágico desistiu.

Transformou-o novamente em camundongo e disse-lhe:

– Nada que eu faca por você vai ajudá-lo, porque você tem a coragem de um camundongo.”

(As Parábolas na Empresa. Organização Alexandre Rangel. Editora Leitura.)

 

O medo ou a coragem estão bem pouco ligados com aquilo que de fato existe ao nosso redor. O medo está diretamente ligado à maneira como percebemos o mundo e aquilo que está ao nosso redor. A coragem está no nosso coração, bem como o medo. A nossa mente cria magníficos processos que te levam a enfrentar um gigante com uma pequena funda, como foi o caso de Davi e Golias, ou fazem com que o homem fuja amedrontado de um farfalhar de folhas.

Muitas são as vezes que somos capturados por imagens terrificas de dentro de nós, do mais profundo de nós, e então nos escondemos  em pesadelos diurnos, com medo de nossa sombra, que a nós assombra constantemente.

O medo nos aprisiona, nos congela, enfraquece, nos faz acreditar que nada que façamos surtirá efeito no mundo e nas pessoas. Nos faz sentir sem potência, fracos, incapazes. O medo nos mata, apesar de permanecemos respirando.

Medo é pessimismo. Coragem é otimismo.

Ter coragem é bem diferente de não ter medo. Ter coragem é questionar aquilo que nos assusta, é saber como estou percebendo o mundo e se isso é real somente para mim. Ter coragem é se levantar todos os dias da cama e ir trabalhar, mesmo sabendo que enfrentará inúmeros desafios. Ter coragem é olhar para os medos que nos tomam e sem desculpas olha-los nos olhos e dizer: Sim. Eu tenho medo. Sim, mesmo com medo eu vou em frente.

Você pode ser um camundongo e enfrentar uma pantera com a sabedoria de se esconder e correr mais rápido, usando seu tamanho a seu favor. E pode ser uma pantera com medo…

A escolha é sempre sua. Não deixe que o medo o aprisione e escolha qual direção quer dar a sua coragem.

Grupo de Discussão Sobre Relacionamento Amoroso Cá Entre Nós

Artigos Relacionados