Liberdade

Liberdade
Psicóloga Odegine Graça

Nossa, que liberdade aquela de andar no sol de verão, na praia, sem horário pra acordar ou ir dormir.

Que maravilha poder acreditar em gnomos, fadas e duendes sem ninguém te indicar um antipsicótico que poderá te ajudar.

Que liberdade poder olhar pela janela em um dia de sol e poder ser tão esquisito quanto você realmente É.

Respirar e dançar e dizer coisas incompreensíveis para os outros e rir de você mesmo, fazer ilustrações estranhas da sua vida em cores não tradicionais.

Que maravilha poder imaginar-se realmente amado por alguém quando você pesa 20 kg a mais do que a TV te diz que é permitido.

Que maravilha é poder escrever uma palavra de forma errada que você nem tenha ideia qual a ortografia certa e mesmo assim “exzcrever”, escrevendo assim do jeito que foi do jeito que é… Como é bom ser você sem correção.

Sem gente dizendo como você poderia ser melhor ou como é ser perfeito. Se Deus existe ele diz: Seja você. Somente isso… assim você estará me adorando.

Talvez o diabo da coisa seja todos aqueles que querem nos ensinar a ser melhor do que aquilo que somos. Ser melhor do que Deus nos criou.

Será que podemos?

Será que devemos?

Será que queremos?

Que coragem é exigida de um ser pra ele gritar diante de todos: eu sou aquilo que sou e pronto.

Ufa… que coragem…

Você consegue?

Eu não sei….

Artigos Relacionados