A Importância de Ser Gentil nas Palavras

A Importância de Ser Gentil nas Palavras
Terapeuta e Consteladora Odegine Graça

Refletindo ainda sobre o trabalho de Angelo Gaiarsa, percebe-se que a maioria das pessoas acha que falar é somente encadear uma seqüência de palavras, abrir a boca e colocar som nas mesmas. Essas pessoas desconhecem a maneira como a fala tem importância na comunicação humana.

A respiração é o sopro que anima a palavra e a faz viver, tornando humano tudo aquilo que é dito. A maneira como se respira, a forma como entoamos as palavras que comunicamos é o que faz as pessoas nos ouvirem com atenção e admiração ou faz com que as pessoas rejeitem mesmo sem saber aquilo que dizemos e iniciem um processo de boicote aquilo que solicitamos, muitas vezes sem nem perceberem.

De todas as influências da respiração a mais importante do ângulo psicológico é a da voz. Seja a voz interna, quando pensamos, quando falamos sozinhos, ou quando estamos falando com outras pessoas.

Todo aquele que fala sempre do mesmo modo, com o mesmo tom e sintaxe musical na voz, esta manifestando desse modo um enquadramento rígido da respiração. Ele respira dentro de limites, sempre os mesmos.

Perceba aquela pessoa “nervosona e autoritária” que vive mandando nos outros. Ele  na maioria do tempo não movimenta o peito, pois não respira. Perceber como a pessoa fala, como se estivesse zangada, admoestando, suplicando, ordenando.

Saber como ela respira é perceber como ela se relaciona com a vida, consigo mesmo e com os outros.

Portanto, preste atenção na sua respiração e da próxima vez que for gritar com alguém, mandar em alguém ou mesmo falar friamente com alguém respire e saiba que a maneira como você entona sua voz é a maneira como vai conseguir cooperação ou não.

Boa respiração.

Artigos Relacionados